Tag Archives: disney

O fiel Pinocchio de Guillermo del Toro

Guillermo del Toro está produzindo Pinocchio em stop-motion 3D, junto da Jim Henson Company e a Pathé.

Ele convidou Mark Gustafson (experiente em claymation) para co-dirigir junto de Gris Grimly (ilustrador de mais de 17 livros com temática sombria, entre eles The Legend of Sleepy Hollow e Frankenstein), que em 2002 ilustrou uma nova versão do clássico livro de Carlo Collodi (1826-1890), publicado originalmente em 1883. Essa versão de Grimly é a base do filme (não deixe de visitar seu fantástico site).

Del Toro falou mais sobre a produção, demonstrando seu conhecimento da essência da obra:

Todo conto de fadas e todas as narrativas infantis têm que ter elementos sombrios, algo que os Irmãos Grimm, Hans Christian Anderson e Walt Disney entendiam. Nós tendemos a chamar as coisas de “disneyficadas”, mas muitas pessoas se esquecem o quão perturbadores são as melhores animações da Disney, inclusive as crianças que são transformadas em burros em Pinocchio. O que estamos tentando fazer é apresentar um Pinocchio que é mais fiel àquilo que o Collodi escreveu. A Fada Azul é na realidade o espírito de uma garota morta. Pinocchio tem estranhos momentos de sonhos lúcidos que são quase alucinações. A baleia que engole Pinocchio é na verdade um cação gigante, o que permite uma escala e design mais clássicos. Ele é um dos personagens cuja pureza permite sobreviver nesse cenário sombrio de ladrões e vândalos, emergindo da escuridão com sua alma intacta.

O argumento é de Del Toro e Matthew Robbins, que escreveu o roteiro definitivo. O roqueiro australiano Nick Cave será o consultor musical. A produção de Pinocchio deve começar em breve.

Pinóquio (em italiano Pinocchio) é um personagem de ficção fantástica cuja primeira aparição foi em 1883, no romance As Aventuras de Pinóquio escrita por Carlo Collodi, e que desde então teve inúmeras adaptações. Esculpido a partir do tronco de um pinheiro por um entalhador chamado Geppetto numa pequena aldeia italiana, Pinóquio nasceu como um boneco de madeira, mas que sonhava em ser um menino de verdade. O nome Pinocchio é uma palavra típica do italiano falado na Toscana e significa ‘pinhão’ (em italiano padrão seria pinolo).

A versão mais conhecida foi realizada por Walt Disney em 1940, que conta uma história muito diferente da que foi escrita por Collodi. A versão adaptada pela Disney foi considerada uma obra-prima do cinema de animação, sendo a versão mais conhecida da história de Pinóquio pelo incríveis recursos narrativos da época. A trama original de Pinóquio e suas desventuras é muito mais rica, permitindo inúmeras leituras por públicos de diferentes idades. A história ultrapassou as fronteiras da Itália e se tornou um património universal.

Existe uma versão steampunk de Pinóquio publicada na antologia fantástica Imaginários 3 (Editora Draco, 2010), com o título Bonifrate, de minha autoria, que apesar de cair para um lance mais ficção científica weird, mantém os princípios de Collodi, principalmente na interpretação da fada azul.
Livro disponível em todo o país.

Agora, sem merchan, aguardo por uma adaptação incrivelmente foda de Del Toro, que sabe como poucos criar pequenas obras-primas sombrias.
Pinocchio é a sua cara.

Anúncios

Paulo Maffia e os quadrinhos Disney

Ontem, sexta, o editor responsável pelas histórias Disney publicadas pela editora Abril Jovem, Paulo Maffia, gravou um tipo de vlog onde responde dezenas de dúvidas de leitores e anuncia algumas novidades. O incerto, porém cogitado projeto de retomar a produção do Zé Carioca no país, para exportação na época da Copa de 2014 e Olimpíadas em 2016, é a mais promissora.

A ideia é que vídeos assim aconteçam mais vezes. A Abril anunciará dias antes, para os leitores enviarem suas perguntas.

E fique de olho aqui, porque nessa segunda-feira a editora vai anunciar os 3 finalistas do Prêmio Abril Personagem; ótima iniciativa de produção de quadrinho nacional.

[você conhece? Abril Jovem: Abril Jovem é a divisão de publicações infanto-juvenis (histórias em quadrinhos, livro ilustrado etc) da Editora Abril criada em 1989.]

Os Quindins de Yayá

Donald empolgadinho, Zé Carioca malandro.

Quem não assistiu “Você já foi à Bahia?”, não viveu.

[você conhece? “Você já foi à Bahia?”: The Three Caballeros (Você já foi à Bahia?) é um filme de longa-metragem, que mistura animação com atores reais, produzido pelos estúdios Disney em 1944.O Pato Donald recebe presentes de aniversário, que incluem presentes tradicionais e visitas ao Brasil, onde é recebido pelo Zé Carioca, e ao México, onde é recepcionado por Panchito. Na passagem pela Bahia, o trio de amigos encontra a garota brasileira.]