Category Archives: Boatos

O que realmente acontece quando Mario cai no buraco?

Segredo revelado:

Via Flickr.

Kurumada se manifesta: Saint Seiya Revolutions

Ele já sabia!

Com a divulgação hoje no ocidente do novo signo, Ophiuchus / Serpentário, que está revolucionando todo o conhecido e amado horóscopo, o mangaká Masami Kurumada se manifestou em relação ao hype dos fãs de Os Cavaleiros do Zodíaco (Saint Seiya) no mundo todo sobre como ficaria isso em sua famosa série. Confira:

As mudanças no alinhamento da Terra que alteraram as datas dos signos do zodíaco, já tinham sido previstas por mim há duas décadas, durante a concepção do roteiro da Saga de Hades. Na ocasião, astrólogos estudavam essa possibilidade e nem mesmo eu imaginava que pudesse de fato ser real. Em pesquisas recentes, o astrônomo Parke Kunkle me consultou a respeito, conversamos por horas. Hoje, como todos, fiquei sabendo da notícia.

Acontece que na época que escrevi a Saga do Santuário, cogitei a possibilidade de colocar Shina de Ophiucus (Shaina de Ofiúcu, 蛇遣い星座のシャイナ, Opyukusu no Shaina) após a casa de Escorpião, revelando seu verdadeiro papel na série. Mas a Toei me proibiu de colocar uma personagem feminina em destaque. Já tínhamos a Saori, era o suficiente. Não a toa, a amazona perde destaque e conteúdo no decorrer das 12 Casas (que eram pra ser 13).

Existe uma imagem rolando pela rede mundial de computadores alegando ser uma ilustração oficial do 9º Cavaleiro de Ouro, intitulado Shefu. Mas garanto a todos os fãs que não é real. A Shina como Cavaleiro de Ouro existe, mas nunca antes fora divulgada. Então revelo a vocês e adianto: Saint Seiya Revolutions tem previsão de lançamento nos cinemas do Japão para 12 de dezembro de 2012, pela Esquare/Snix. Está em produção desde 2009 e conta com a amazona em seu posto de direito. Não posso falar mais sem estragar surpresas, mas há indícios disso já nos mangás de Lost Canvas e no game Saint Seiya Sanctuary, para PlayStation 2. Aguardem!

Shifu, o cavaleiro falso de Ophiucus

Shina de Ophiucus / Serpentário, a real. "Venha cobra!"

O referido momento do game:

Bem, ele disse tudo. Sem mais.

[você conhece? O novo signo: Ophiuchus, também conhecido como Serpentário, é um signo que já existia em algumas versões do zodíaco. Também há uma constelação com o mesmo nome. Kunkle diz que conforme a Terra e o Sol se movimentam, os signos mudam. Segundo ele, essa mudança não aconteceu do dia para a noite. Os 12 signos que conhecemos hoje foram definidos há quase 3.000 anos, quando a astrologia começou, e desde então, sua posição em relação ao Sol mudou.]

Scrat criou o mundo!

Isso mesmo. Veja só:

Eu sempre digo que Shrek é aquela piada que só funciona se contada uma vez. Fizeram quatro filmes e o último foi grande em bilheteria, mas um fiasco em roteiro. O ogro já vinha perdendo o fôlego desde o segundo, na real.

A Era do Gelo foi uma das melhores surpresas no cinema de animação em CG, com uma proposta diferente da mestre Pixar e da então discípula DreamWorks, mas sempre demonstrou uma premissa limitada: a própria era do gelo.
Apresentaram o universo no primeiro, o fim da era glacial no segundo, e uma homenagem ao mundo perdido (ou ao vale encantado) spielberguiano no terceiro, sempre com ótimas sacadas e piadas imortais, mantendo a essência ACME de se fazer humor.

Dias atrás, nessa mini-crítica, comentei que um quarto filme da franquia seria desnecessário, senão um tiro no pé, quase suicídio. Mas eis que a Fox e a Blue Sky Studios anunciam “Ice Age: Continental Drift”, que vai se focar na separação da pangeia. Como isso vai render um bom roteiro eu não sei, mas torço pelo sucesso, pois tenho simpatia pela série; ainda que com um pé atrás. Teremos a filhote de Manny e Ellie, Amora, acompanhando a turma, que cresceu ainda mais em Dawn of the Dinosaurs e, muito provavelmente, o retorno triunfal do personagem mais legal da era glacial, Buck, a doninha hard à lá Rambo, ‘pilotando’ o spinosaurus Rudy.

Só em especulação, creio que Carlos Saldanha não vá arriscar um armagedom parte 2 nesse quarto filme, pois algo do tipo já foi explorado no segundo. Então teremos o quê? A evolução dos mamíferos? Descobriremos em 13 de julho de 2012, propositalmente no ano apocalíptico.

No curta acima, “Scrat’s Continental Crack-Up”, o esquilinho mais obcecado de todos os tempos é o responsável pela separação continental, do mapa-múndi e praticamente ‘criador’ das maravilhas da Terra. Esse sim é impagável.

E onde os estúdios deveriam parar.

20 previsões para 2035

20 previsões do Guardian para os próximos 25 anos, traduzidos por Antonio Luiz da Costa:

1 – fim da Pax Americana, rivais disputarão o poder abertamente

2 – revolta popular contra os banqueiros se tornará irresistível

3 – vacina livrará o mundo da AIDS

4 – mundo continuará sendo movido basicamente por combustíveis fósseis

5 – cada vez mais produtos serão vendidos sem publicidade e outros por meio de publicidade personalizada com base em hábitos de consumo individuais

6 – informação poderá ser plugada diretamente no córtex cerebral

7 – descobriremos o que é a matéria escura (dark matter)

8 – Rússia se tornará superpotência em produção de alimentos

9 – a privacidade se tornará uma obsessão antiquada, com computação dispersa em objetos do dia-a-dia por uma nanotecnologia desenvolvida principalmente na China e seus vizinhos

10 – jogaremos em computadores para resolver problemas

11 – fim da web aberta, substituída por uma internet mais segura, controlada e comercial; início da computação quântica

12 – roupas serão mais “inteligentes”, ambientalmente conscientes, compartilhadas e emprestadas

13 – redução das áreas naturais e crescimento da população reduzirá áreas e espécies “selvagens” a semi-domesticadas

14 – a maior parte da humanidade morará em favelas

15 – transmissões de esportes serão holográficas

16 – haverá mais carros robóticos. Acidentes serão mais raros, mas quando acontecerem, serão em grande escala

17 – as pessoas se sentirão menos saudáveis, governos tentarão forçá-las a caminhar e se exercitar com políticas urbanísticas

18 – haverá menos pessoas religiosas, mas estas serão mais fundamentalistas

19 – devido à crise econômica, o teatro voltará a ser mais radical e politizado

20- as pessoas comprarão mais livros, em forma eletrônica, mas desistirão de ler a maioria deles antes das primeiras 100 páginas

7 – descobriremos o que é a matéria escura (dark matter)

Então é daqui 25 anos que Philip Pullman lançará The Book of Dust. Pela demora de uma década, não duvido.

Quem viver, verá.

[você conhece? Futuro: O futuro é o intervalo de tempo que se inicia após o presente e não tem um fim definido. Referente a algo que irá acontecer. O futuro é o estado utilizado na mecânica clássica para dizer algo que está por vir. Que ainda não aconteceu(mas vai). Na mecânica quântica já não existe a figura de futuro, pois esta atua de forma atemporal.]

Filme de God of War?

Não.
Ainda não.

Mas os fãs gostariam e um deles brincou com a proposta, criando um pôster para o possível filme desse game sensacional. Confira:

Legal, né?
Eu comprava a idéia. Esse pôster falso instiga na medida.

O Vin Diesel ficaria perfeito no papel de Kratos, fisicamente falando. Não acha?

Esse filme pode não estar tão longe de ser realizado. O criador da série, David Jaffe, chamou seu xará David Self (Estrada para Perdição, Treze Dias que Abalaram o Mundo) para trabalhar no roteiro. Mas Hollywood é um campo complicado e o projeto corre o risco de ser engavetado. Jaffe até comentou com a Entertainment Weekly:

“Eu vivo esperando que me liguem e digam que [o projeto] morreu, mas meus dedos estão cruzados”.

Eles ainda correm atrás de um diretor renomado para dar corda nesse épico, que tem uma das histórias mais sensacionais dos games. David Jaffe, porém, pensa diferente de mim para o ator que viverá o grego nervoso nas telonas. Ele quer Djimon Hounsou.

Err… Espero que não. Nada a ver. Ele ainda afirma:

“Você tem que passar por cima do fato de que Kratos é grego, mas se levarmos em conta a aparência de Hounsou, sua habilidade de atuação e físico – eu não consigo pensar em uma melhor escolha”.

Ainda que falho, Fúria de Titãs mostrou como poderia ser um filme de God of War. Basta um diretor de melhor calibre e bom investimento para criarem uma trilogia rentável nos cinemas. A película de entretenimento está precisando sair desse universo colorido dos vampiros brilhantes. E rápido.

[você conhece? God of War: God of War (em português: Deus da Guerra) é um jogo eletrônico lançado para o console PlayStation 2 em 22 de março de 2005. Ele é um jogo de ação-aventura baseado na mitologia grega e rendeu duas continuações e outros spinoffs. God of War foi desenvolvido pela divisão de Santa Mônica da Sony Computer Entertainment.]