Monthly Archives: julho 2011

EU, NERD #022 “Perdidos no Tempo”

Quando você pensa que compreendeu a confusão, ela ainda consegue mostrar o outro lado da moeda.

A saga “Perdidos no Tempo” está perto do fim. Fique de olho e descubra se a dupla vai conseguir ou não cumprir sua missão:

clique para ampliar

Leia os outros quadrinhos de Eu, Nerd aqui.

Danilo Beyruth ilustrou a capa de “O Coletor de Almas”, novo romance de Douglas MCT

Chega de segredo!

Essa semana a Editora Gutenberg começou uma campanha para divulgação do famoso artista que ilustrou a capa do meu novo romance, O Coletor de Almas (anunciado aqui). Leitores no Twitter e Facebook se mostraram muito curiosos com a revelação. Vamos a ela:

Danilo Beyruth

Danilo Beyruth, o desenhista mais premiado em 2010. Famoso por sua criação, Necronauta, o guia entre os mundos, que já virou um dos personagens brasileiros recentes mais legais a flertar com o sobrenatural e super-heróis, e tem ajudado a aumentar um pouco a aceitação desses gêneros no imaginário brasileiro. A influência de HQ pop, horror televisivo, cinema grindhouse, os roteiros cheios de humor negro, a rapidez e o traço seguro renderam ao Danilo várias publicações: uma HQ inédita o Necronauta na coletânea Popgun 3 da Image Comics (depois um álbum dele pela HQ Maniacs e o 2, que sairá pela Zarabatana Books), capa da aventura bizarra Jesus Hates Zombies.

Ele também fez uma HQ da Turma do Penadinho no sucesso editorial MSP+50 de Maurício de Sousa e o álbum de cangaceiros Bando de Dois, um dos comtemplados do edital Proac do Governo de SP em 2009, que saiu pela editora Zarabatana e abocanhou quase todos os prêmios de quadrinhos. A comissão do Troféu HQ Mix reconheceu essa trajetória e indicou Beyruth a Melhor Desenhista Revelação. Ilustrador profissional, Danilo deixou as agências para abrir seu próprio estúdio, a Macacolândia, onde junto de outros caras fornece ilustração para peças publicitárias. Leia uma entrevista com ele, aqui.

Abaixo, decidi ser legal com você e revelo parte da capa do livro… Mas talvez não seja o suficiente:

Capa com ilustração oculta de "O Coletor de Almas"

Quer ver mais? Aguarde o Fantasticon, que rola de 13 a 15 de agosto próximo.
A editora vai distribuir minilivros com prévia dos 3 primeiros capítulos, marcadores da obra e uma “surpresinha”, como estão chamando, que nem eu, o autor, sei qualé. Mas os envolvidos se mostraram empolgados.

A entrada no evento é gratuita, então tente comparecer, para degustar essa nova história e apreciar a capa belamente ilustrada por Danilo Beyruth. Os planos de lançamento são para novembro deste ano, com divulgação também na Bienal do RJ.

Abaixo, confira a sinopse oficial de O Coletor de Almas:

O mundo fantástico de Terra Oca apresenta personagens emprestados de contos nórdicos e etruscos, sobre uma ótica particular, ambientado num cenário próprio, apocalíptico e épico, com bizarrias únicas.

O Coletor de Almas conta paralelamente a história de três personagens – Larval, o Coletor de Almas, que precisa alimentar Yggdrasil, a árvore-mãe, com energia espectral, pois ela é o sustento do mundo de Terra Oca; a menina Lisa, libertada após anos de confinamento, que carrega consigo quatro presentes mágicos, entre eles a Estrela das Bruxas; e uma entidade conhecida como Ceifador, que decapita reis e regentes com um propósito egoísta e perturbador. Poderá a história desses três personagens se cruzar? Serão eles capazes de impedir o fim do mundo?

E mais: na semana do Fantasticon, se ligue no blog, pois divulgaremos a capa com exclusividade!

Até.

As informações sobre Danilo Beyruth foram retiradas do Cola na Goma. Já o site do artista, é: http://evilking.net/

Fantasticon: teaser do evento

O Fantasticon é um simpósio de literatura fantástica (ficção científica, fantasia e terror) que acontece nos dias 12, 13 e 14 de agosto, na Biblioteca Viriato Corrêa, em São Paulo, pertinho do metrô Vila Mariana. Mais aqui: http://fantasticon.com.br/

Estarei lá, autografando Necrópolis, a prévia de O Coletor de Almas e dos demais livros em que fui publicado.
Apareça, a entrada é gratuita e o evento será épico.

EU, NERD #021 “Perdidos no Tempo”

Depois de conhecer Sid, sua mãe teen e um eco temporal, Balt e Demo vão se deparar com outro problema antes do desfecho de “Perdidos no Tempo”. Confira:

clique para ampliar

Leia os outros quadrinhos de Eu, Nerd aqui.

EU, NERD #020 “Perdidos no Tempo”

Desculpe a demora para a tira dessa semana. Nosso desenhista se perdeu nos anos 80, durante sua própria viagem no tempo.

Mas, com tudo de volta ao normal (será?), eis a “Perdidos no Tempo” dessa semana, digamos, um tanto quanto… psicológica.

clique para ampliar

Leia os outros quadrinhos de Eu, Nerd aqui.